Blog Tecnológico

Como detectar eficazmente o plágio na educação

Patrick Gainher • 03 abr 2020

Como detectar eficazmente o plágio na educação

O plágio é infelizmente uma prática muito comum dentro do ambiente acadêmico.

Há casos que devido à inexperiência ou até mesmo a omissão das regras na hora de explicar ao(a) aluno(a) de como utilizar as maneiras corretas para realizar citações. Porém, também há casos de onde se é explicado tais regras, e o(a) aluno(a) decide trapacear por conta própria.

O plágio possui consequências desastrosas à todos os envolvidos, por isso é interessante evitá-lo para proteção dos próprios autores e instituições de Ensino.

Explicaremos aqui como professores e orientadores poderão detectar possíveis ocorrências de plágio, e ajudar seus alunos a corrigir tais erros antes de submeterem tais papers, principalmente em TCCs, Dissertações, Teses e Papers de Pesquisa Científica.

Por muitos meses, pesquisamos e avaliamos as alternativas disponíveis no mercado, desde as gratuitas, até as mais caras.

Chegamos ao Urkund, uma solução europeia, que tem vários predicados, e baixo custo, voltada à Educação e ao Editorial.

 

Evitando-o de com uma maneira muito fácil

 

Apresentamos o Urkund, a plataforma de detecção de plágio em parceria com a ENG, no Brasil.

Está disponível em mais de 70 países, e possui acesso aos acervos escolares das principais faculdades espalhadas pelo mundo.

Além disso, ele possui fácil integração com as plataformas LMS mais utilizadas pelo mercado, como o Moodle, Blackboard, Canvas, edWise, dentre muitos outros.

Este documento, disponível no site da ENG, deixa claro como é feito o processo para encontrar as possíveis similaridades de texto de um aluno, por parte dos próprios professores, que são os que possuem acesso aos relatórios.

Há três maneiras de se submeter um documento dentro do Urkund:

Primeiro método: Acesso direto ao site do Urkund. É necessário que haja alguém com acesso da conta de e-mail gerado pelo Urkund, que pode ser o professor ou até mesmo um coordenador;

Segundo método: Mandando um e-mail com o documento em anexo ao e-mail especificado. Ele será responsável por encaminhar a análise até o site, e lá feita a análise e depois enviado o report;

Terceiro método: É o mais comum em instituições de ensino, através da integração do Urkund no LMS da instituição. Um e-mail será criado, e assim integrado junto ao plugin do Urkund no LMS em questão, e em seguida, os alunos irão submeter seus trabalhos. À partir daí, o Urkund fará a análise direta da mesma, e tornará o resultado de similaridade disponível diretamente ao professor, que poderá compartilhar o resultado com o aluno caso deseje;

Após a submissão do documento, o Urkund leva entre 5-10 minutos para fazer a análise, e em seguida apresenta um report com suas descobertas. Este report será entregue por e-mail pelo responsável, ou no caso do terceiro método, diretamente ao LMS. 

Os três tipos de detecções dentro de um texto no Urkund são:

- Similaridade de texto;
- Alerta de conteúdo suspeito;
- Cross-language, ou conhecido como “tradução”;

O responsável pode ver o documento na íntegra, ou se quiser, poderá acessar cada bloco específico do documento para ver qual foi a ocasião.

Ele mostrará o texto original (à direita), junto da ocorrência (à esquerda), mostrando também o quão similar é o texto comparado à fonte.

Vale ressaltar aqui que o índice total de similaridade considera o texto como um todo, já a passagem específica da ocorrência considera o quão similar ela é à fonte original.

Gostou deste conteúdo?






Para nos enviar comentário, acesse.

 

Patrick Gainher

Patrick Gainher

Patrick Gainher é consultor de Linguagem Swift, Google for Education e LG na ENG DTP e Multimídia. Graduando em Ciência da Computação pela Universidade Paulista-SP.

Prvacidade e Proteção de Dados | ENG DTP & Multimídia

ENG DTP & Multimídia - Logo

 

 

ENVIE SEU CONTATO e SEUS COMENTÁRIOS