Blog Tecnológico

Autodesk REVIT: Projeto Digital e Realidade Virtual

Susana Campos • 16 mai 2019

Autodesk REVIT: Projeto Digital e Realidade Virtual

O uso das ferramentas Autodesk, como o REVIT, em projetos de arquitetura é o assunto aqui abordado, visando levantar as questões relativas ao uso destas tecnologias e seus reflexos na produção de novos arquitetos.

Tecnologias de projeto digital, como o Autodesk REVIT, têm proporcionado recursos poderosos para a concepção, visualização e comunicação de projetos modificando o fazer de arquitetos e outros profissionais da área. Um grande número de combinações entre ferramentas Autodesk resultam num novo processo de projeto apoiado e monitorado por estas, tornando-o mais flexível e multifacetado, criando um raio-x de todas as etapas e produto final, acessível e alterável a qualquer tempo.

Autodesk REVIT

A prática tradicional, que passava por programa, condicionantes climáticas, topográficas e vegetação, legislação, entre outros fatores, e consequente estudo preliminar, não abdicava do primeiro gesto criativo, o croqui.

Novos caminhos são trilhados com o uso das ferramentas de projeto digital, como o Autodesk REVIT, uma vez que à partir de um estudo volumétrico derivam-se a forma exterior e espaços interiores, e subsequentes cálculos, simulações e documentação. Para tanto podem ser utilizados software de modelamento 3D puros ou apoiados por softwares da Autodesk de projeto paramétrico com algoritmos programáveis incluindo ou não prototipagem rápida e fabricação digital, também temos os sistemas de modelagem da informação da construção (BIM), e ainda sistemas complexos de projeto colaborativo. Realidade virtual e aumentada vem enriquecer este campo com mais uma possibilidade para emprego em projeto de arquitetura.

Autodesk REVIT

Segundo Diane Ackerman em seu livro A Natural History of Senses, 70% dos receptores dos nossos sentidos encontram-se nos olhos, descritos como “monopolistas dos sentidos”. A maior parte das informações recebidas pelos seres humanos são visuais, interpretadas de forma extremamente eficiente pelo cérebro. Os computadores, por sua vez, interpretam informações fornecidas por algum dispositivo de entrada de dados, como teclado por exemplo.

A realidade virtual permite que computadores e a mente humana trabalhem de forma cada vez mais integrada. [Machado, 1995].

Uma definição possível de RV é o uso de computadores e interfaces com o usuário para criar o efeito de mundos tridimensionais que incluem objetos interativos com uma forte sensação de presença tridimensional [Bryson, 1996]. Além disso, a RV engloba um conjunto de técnicas e ferramentas gráficas 3D que permite ao usuário interagir com um ambiente gerado por computador, em tempo real, com uma pequena ou nenhuma consciência de que está usando uma interface usuário-computador [Leston, 1996].

Autodesk REVIT

Outros autores [Burdea, 1994; Jacobson, 1991; Krueger, 1991] afirmam que RV é uma técnica avançada de interface que permite ao usuário realizar imersão, navegação e interação em um ambiente sintético tridimensional gerado por computador, utilizando canais multi-sensoriais.  Uma outra definição é como a simulação do espaço-tempo
4D, isto é, uma animação de pontos de observação apresentada em um contexto interativo e em tempo real.  Possui uma interface que proporciona controles para o usuário manipular e interagir com uma base de dados, incluindo a realidade artificial (espaço virtual) e as entidades (objetos virtuais) que ela contém [Adams,1994]. O termo espaço-tempo 4D geralmente refere-se a imagens computadorizadas 3D animadas às quais foi acrescentada a quarta dimensão, que é o tempo.

A nova prática, alterada pelo uso destas tecnologias inovadoras é caracterizada por um novo pensar, e se desenha variada, combinando várias metodologias, uma vez que o produto final é derivado de visualizações intermediárias ao longo do processo, retornando às etapas anteriores sempre que necessário. Um conjunto completo de dados sobre o projeto é produzido, desde análise de eficiência energética, cálculos estruturais, detalhamentos construtivos entre outros.

Autodesk REVIT

O arquiteto destes tempos tem a seu dispor muitos recursos tecnológicos, oferecidos pela Autodesk, fazendo-os escolherem como empregá-los no auxílio de sua tarefa de criar. O planejamento para implantação das ferramentas digitais apropriadas em escritórios e empresas é essencial, em paralelo com o gerenciamento do seu funcionamento.

 

Susana Campos

Susana Campos

Arquiteta e Urbanista, Especialista em Design Instrucional, tem ampla experiência docente em cursos superiores e em ATC, com destaque para os softwares AutoCAD e 3DStudio Max.

ENG DTP & Multimídia - Logo

CONTATO