Blog Tecnológico

Apps para iOS com Linguagem Swift e IDE

Patrick Gainher • 10 jul 2019

Apps para iOS com Linguagem Swift e IDE

A linguagem Swift é uma linguagem de programação totalmente orientada a objetos de uso geral, além de ser a linguagem padrão para o desenvolvimento de aplicações para o Mac OS e para o iOS, de forma única. Linguagens orientadas a objeto são linguagens que além de permitirem um código todo estruturado como na forma convencional, permitem também com que hajam heranças entre arquivos específicos, com nome de “Classe”. Suas instâncias em um programa de computador na fase principal do programa são chamadas de “Objeto”, onde são aplicadas todas as características que uma classe possui em seu arquivo. Pense neste paradigma em sendo o seguinte:

  1. A classe é como se fosse um estudo científico do que é um Cachorro, conhecido como seu nome científico de “Canis Lupus Familiaris”. O cachorro possui ações e características, como sendo um mamífero quadrúpede, com um comportamento que tende a ser civilizado o suficiente para ser domesticado. Ou seja, um modelo abstrato de algo existente, uma teoria;

  2. O objeto é como se fosse um cachorro existente. Pense em um cachorro macho, da raça bulldogue, com o nome de “Pimpão”, pertencente à família Silva. Ou seja, um modelo concreto, um exemplo.

Linguagem Swift

Para programar em Swift, tal como em qualquer outra linguagem moderna, você precisa de um editor e um compilador. Ambos estão disponíveis gratuitamente em muitos dos sistemas operacionais atuais, tal como o Microsoft Windows, Apple Macintosh, e até mesmo uma das várias distribuições do Linux.

Onde se programa em Swift, com foco Apple?

Linguagem Swift

O Swift possui seu foco principal com a plataforma Apple, e ele é desenvolvido em um ambiente que recebe o nome de IDE, do inglês
Integrated Development Environment. As IDEs são locais onde possuem aspectos essenciais para um desenvolvimento de programas baseados em uma ou várias linguagens de programação. Nele, há ferramentas mais básicas como:

  1. Editor - Área para edição dos códigos;
  2. Compilador (compiler) - A parte onde é responsável por avaliar o código sendo escrito;
  3. Linker (ligador) - liga pedaços de código-fonte que já foram compilados em linguagem de máquina para um programa executável em computador;
  4. Depurador (debugger) - auxilia no processo de encontrar e corrigir defeitos no código-fonte do programa, na tentativa de aprimorar a qualidade de software;
  5. Entre outros, que são mais específicos, como a área de modelagem, área de geração de código, distribuição (deploy), testes automatizados (automated tests) e refatoração (refactoring).

A principal IDE utilizada no ambiente Apple costuma ser a Xcode, proprietário, sendo ele especializado nos sistemas operacionais Mac OS e iOS.

Linguagem Swift


Nos próximos artigos, iremos mais a fundo sobre como programar em Swift, na estrutura do código, como compilar o programa, e ver resultados na tela. Até lá!

Patrick Gainher

Patrick Gainher é consultor de Linguagem Swift, Google for Education e LG na ENG DTP e Multimídia. Graduando em Ciência da Computação pela Universidade Paulista-SP.

CONTATO